16 de junho de 2016
Tipo de pisada ♥
| comentários
Olá princesas, tudo bom?

Tipo de pisada: descubra qual é a sua!
Característica pessoal pode interferir na saúde e bem-estar, causando dores e problemas ortopédicos se não for levada em consideração
 
Apesar de muitas pessoas considerarem ser algo simples, escolher um modelo de tênis requer pesquisa e cuidados. Em primeiro lugar, ele deve proporcionar uma sustentação completa para o seu corpo, sem comprometer músculos, articulações ou ossos.

A estrutura do calçado deve ser compatível com o seu tipo de pisada, fator que interfere diretamente nas atividades diárias. O diretor da Authentic Feet, Luiz Munhoz, explica que existem três tipos de pisada e cada uma delas pede um modelo de tênis diferente. Confira!

Tipos de pisada

Pronada: quando há uma rotação interna excessiva do pé e do tornozelo, ocorre a chamada pronação. Como a região fica mais tensionada, as pessoas que têm este tipo de pisada correm um risco maior de lesionar a canela e as articulações, além de desalinhar tornozelos, joelhos e quadris.

Ela acontece quando a primeira parte a tocar no solo é a externa do calcanhar, elevando, depois, a parte de dentro e impulsionando a andada com o dedão. Por isso, o modelo de tênis mais indicado é o que traz maior amortecimento e estabilidade nas regiões do solado e entressola, diminuindo os impactos.

Supinada: sendo o oposto da pronação, a supinação é quando os pés sofrem pressão de dentro para fora e o impulso é feito pelo dedinho. Esta situação pode acarretar em lesões e problemas nos joelhos, pés e coluna. Por isso, é preciso ficar sempre atento ao aparecimento de dores.

Para quem tem pisada supinada, de acordo com a avaliação de Munhoz, os tênis com molas são ideais, já que este sistema de amortecimento é mais rápido e eficiente, gerando uma proteção ainda maior para os pés e demais regiões do corpo que são afetadas.

Neutra: considerada a pisada ideal, esta é o equilíbrio entre a pronada e a supinada, criando um apoio completo para o corpo e a absorção de impacto mais eficiente. Segundo Munhoz, a pisada neutra é a que menos oferece riscos, principalmente aos atletas, que realizam um esforço uniforme ao longo dos membros.

As palavras-chave para as pisadas neutras são equilíbrio e estabilidade. “Os tênis devem conter tecnologias especialmente desenvolvidas para minimizar o tempo de transição da passada, oferecendo uma estrutura mais flexível”, afirma o executivo.

Descobrindo o seu tipo de pisada

Descobrir o tipo de pisada e diminuir possíveis problemas ortopédicos fica mais fácil com o auxílio de um ortopedista. O profissional também pode indicar os modelos de calçados e quais as características são ideais para os seus pés.

Além disso, com a orientação, é possível corrigir eventuais vícios posturais e lesões, agudas ou crônicas, que podem surgir a partir do uso de calçados indevidos. “Exames irão dizer em qual ponto o pé sofre maior pressão e o profissional deverá avaliar o que é necessário para que o seu peso seja melhor distribuído”, explica o diretor da Authentic Feet.


Gostaram princesas? Deixem seus comentários aqui embaixo..

Beijinhos

Nenhum comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...