19 de dezembro de 2016
Planejamento 2017 ♥
| 1 comentários
Olá princesas, tudo bom?

2016 foi um ano ruim? Assuma a responsabilidade por um 2017 mais produtivo

Coach dá dicas para que metas saiam do papel e tragam resultados efetivos em todas as áreas da vida

2016 foi intenso para muita gente. É claro que situação política, econômica e social do país contribuiu para um ano mais crítico para a maioria dos brasileiros – muitos deles estão contando os dias para o novo ano, como se o simples fato de mudar o calendário tivesse o poder de trazer resultados melhores. Mas a coach Alessandra Fonseca, sócia-proprietária da ConsultaRH – Coaching e Treinamentos, alerta: “vejo muita gente reclamando, dizendo que 2016 foi ruim. Mas um ano não tem o ‘poder’ de trazer coisas positivas ou negativas, mas sim a ausência ou a presença de um planejamento consistente”.
Muito se falou em crise e os números realmente apontam um período mais crítico. As pessoas que se permitiram deixar levar pelo cenário pessimista, pelos problemas e pela falta de organização e perspectiva, realmente estão com a sensação de que esse foi um ano perdido. Mas há sim uma parcela da população que conseguiu crescer mesmo com esse contexto adverso, pois não ficou apenas na expectativa de melhoria para só depois agir.

E agora, com o início de um novo ano, é importante refletir para criar novas oportunidades, usando as ferramentas – mesmo que poucas – que estão à disposição, colocando em prática a capacidade de realização. Por isso, Alessandra listou algumas dicas práticas que podem ser aplicadas em diversos setores da vida, trazendo resultados efetivos ao longo do ano:

1) Definição de foco: comece devagar. É melhor listar três metas para 2017 e, conforme for conquistando-as, estabeleça novas metas. Não adianta elencar 15 itens se sua vida é corrida e você mal tem tempo de pensar. Você ficará perdido, atirando para todos os lados, e o processo será bem mais complexo. Portanto, tenha foco!;

2) Estabeleça metas mais específicas: isso te ajudará a ter mais foco. Por exemplo, ao invés de ter como meta "emagrecer em 2017", troque por "perder x quilos em x meses". Outro exemplo: ao invés de "juntar mais dinheiro", troque por "reservar 10% do meu salário todo mês". Resoluções mais específicas são mais fáceis de cumprir, pois te orientam em relação ao objetivo final;

3) Gestão do tempo: esse é um dos itens mais relevantes para que você consiga colocar seus novos planos em prática. Identifique quais são seus desperdiçadores de tempo (alô, redes sociais!), utilize seus economizadores de tempo (já viu aquelas pessoas que preferem abastecer o carro de pouco em pouco ao invés de encher o tanque de uma vez?), faça uma agenda. Aqui também temos que falar de organização: aproveite o começo do ano e organize sua vida, suas coisas, tudo. Organização gera economia de tempo - e tempo é dinheiro!;

4) Criação de um cronograma realista: planeje sua rotina de forma a incluir horários para a realização dos seus novos planos. Pode ser uma hora por semana de dedicação, mas é importante estabelecer uma agenda realista, considerando metas e prazos condizentes com seu estilo de vida. Não adianta querer emagrecer 10kg em um mês se você não faz atividade física e não se alimenta bem, por exemplo. E comprometa-se com essa agenda (lembre-se: o comprometimento é uma escolha!);

5) Mensuração de resultados: estabeleça metas factuais e avalie seus resultados. Não está atingindo o que gostaria no tempo que imaginou? Reveja seu plano, seu cronograma e ações. Só não vale deixar para fazer isso em dezembro de 2017, aos 45 minutos do segundo tempo. Faça revisões periódicas dos seus objetivos e realizações e, se necessário, estabeleça pequenos passos de cada vez;

6) Compartilhando os planos: sua meta é economizar mais em 2017? Peça ajuda para aquela amiga da área financeira, que controla cada centavo gasto e tem vários aplicativos no celular. Compartilhar seus planos com as pessoas queridas é uma forma de receber apoio e aliados nessa jornada. E não hesite em procurar ajuda técnica: um coach, por exemplo, pode ajudar para que uma meta que pareça distante, como mudar de carreira, torne-se mais realista;

7) Sonhe: não deixe de sonhar! Ter metas que façam nossos olhos brilharem torna a jornada mais prazerosa a cada etapa conquistada. E isso faz a vida mais feliz!



Gostaram princesas? Deixem seus comentários aqui embaixo..

Beijinhos

Um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...